Cerejeiras em Flor em Paris – Guia completo do Sakura

Se está à procura dos melhores lugares para apreciar as cerejeiras em flor em Paris, então está sem dúvida no sítio certo.

Tal como muitas outras cidades, Paris torna-se mais viva e animada quando chega a primavera.

Os dias são ligeiramente maiores, as temperaturas um bocadinho mais agradáveis. E o ar enche-se do som alegre dos passarinhos.

Claro que Paris é destino de eleição por várias razões e é “sempre uma boa ideia!”».

Mas nem toda a gente sabe que não é preciso viajar até ao Japão para viver um magnífico Hanami!

Pois é, do início de março a meados de abril, Paris floresce com uma variedade de flores brancas e cor-de-rosa de milhares de cerejeiras japonesas um pouco por toda a cidade!  

Mapa gratuito com a localização precisa dos melhores lugares com flores de cerejeira em Paris no final deste guia!

Um pouco de história

A história das cerejeiras em flor em Paris remonta ao início do século XX, quando o Presidente da Câmara de Tóquio ofereceu cerejeiras japonesas à cidade de Paris em 1918. Esta oferta simboliza a amizade entre o Japão e a França e comemora o fim da Primeira Guerra Mundial.

A doação inicial consistiu em 2.000 cerejeiras plantadas no Parc de Sceaux, localizado nos subúrbios ao sul de Paris. Quando as cerejeiras floresceram rapidamente se tornaram uma atração popular entre os parisienses que, na Primavera, iam ao parque admirar as flores rosa e brancas. Assim nasceu o Hanami Parisiense à semelhança do que acontece no Japão.

Ao longo dos anos, mais cerejeiras foram plantadas no Parque de Sceaux, assim como noutros parques e espaços públicos parisienses. Hoje encontramos milhares de cerejeiras por toda a cidade e a floração anual das cerejeiras em Paris é um evento aguardado com impaciência.

Além de ser um espetáculo magnífico de se ver, as cerejeiras em flor de Paris continuam a simbolizam os fortes laços culturais entre Japão e França. Todos os anos é organizado um Festival Sakura em Paris para celebrar as  cerejeiras em flor, com música, danças e comida tradicional japonesa.

  • “Sakura” – que significa “flores de cerejeira” em japonês, é famosa pela sua associação simbólica com a primavera, que simboliza a renovação.
  • No Japão, a tradição de admirar a beleza das flores, principalmente das cerejeiras, chama-se “Hanami”. Significa literalmente “ver as flores”.
  • o período de floração de cada cerejeira é relativamente curto: dura cerca de uma semana.
  • O ciclo de vida das flores de cerejeira consiste em onze etapas distintas, incluindo: formação dos botões, expansão dos botões, abertura das flores e diversas fases de floração – 10% de floração – 30% de floração – 50% de floração – 70% de floração – plena floração. E depois então a última parte – as pétalas começam a cair – as pétalas caem vigorosamente – Fim.
  • No Japão, fazer piqueniques sob as cerejeiras em flor é uma tradição muito popular que todos os anos também ganha popularidade em Paris.
  • As flores e folhas da cerejeira são comestíveis e usadas em muitos chás e doces tradicionais japoneses. A Ladurée costuma propor uma edição limitada de macarons de flor de cerejeira durante a época de Sakura em Paris. Vale a pena provar.

Quando visitar?

Infelizmente, as coisas bonitas são muitas vezes efémeras.

As cerejeiras florescem apenas por cerca de uma semana. As flores são delicadas e frágeis e muito sensíveis às condições meteorológicas. Por esta razão, as flores de cerejeira têm uma vida incrivelmente curta, especialmente em locais com climas frios e pouco estáveis como é o caso de Paris. Sabia que pode nevar em Paris até o final de março?

Se vem de longe, de propósito para esta ocasião, aconselho mesmo que escolha a primeira semana de Abril para aumentar as hipóteses de encontrar mais sítios onde as cerejeiras estão em plena floração.

Se possível, escolha vir durante a semana. Os parisienses adoram visitar as cerejeiras em flor, o que faz aumentar o número de visitantes. A verdade é que para quem ca mora durante os dias de semana as crianças estão na escola e nós temos trabalho, o que faz com que só tenhamos o final do dia e fins de semana.

Por isso, quando possível, é melhor visitar durante a semana, antes do meio dia.

Flores de cerejeira brancas e rosa no Parc Clichy Batignolles em Paris.

Onde encontrar cerejeiras em flor?

Para aproveitar ao máximo a época de Sakura em Paris, ajuda muito saber onde ir primeiro e quando, para otimizar o tempo e aproveitar ao máximo este espetáculo da natureza. Principalmente se estiver a viajar com crianças pequenas.

Aqui vai encontrar uma lista detalhada dos melhores sítios com cerejeiras em flor em Paris.

Vamos dar-lhe todos os pormenores e conselhos baseados na nossa experiência familiar local há mais de vinte primaveras! Então vamos lá!

Pouco tempo para ler agora?

Tudo bem! Guarde este artigo no Pinterest para ler mais tarde! !

Guia detalhado dos melhores sítios com Cerejeiras em Flor em Paris

Desde o início de março

1. Livraria Shakespeare and Co.

Ouvi falar da livraria Shakespeare & Co pela primeira vez quando vi o filme “Before Sunset” durante o meu semestre de Erasmus em Paris.

Esta livraria especializada em obras de língua inglesa é súper famosa e está localizada mesmo no coração de Paris. Foi fundada em 1919 por Sylvia Beach e rapidamente se tornou um ponto de encontro de escritores como Ernest Hemingway, F. Scott Fitzgerald, James Joyce e Gertrude Stein.

Hoje em dia mantém não só a fama, mas também a qualidade afirmando-se como livraria de referência na língua inglesa em Paris.

Na primavera, a entrada da Shakespeare and Co. é emoldurada por flores de cerejeira e este cantinho parisiense fica ainda mais bonito.

E com alguma sorte ainda consegue uma fotografia com um dos Citroën 2CV clássicos da Parisi Tours https://parisitour.fr/tours-insolite-paris-2cv-original/

Morada: 37 Rue de la Bûcherie, 75005 Paris

2. Montmartre

Se duvida alguma o bairro mais pitoresco de Paris, Montmartre é sempre um ponto de passagem obrigatória em qualquer época do ano.

Mas do início de Março ao final de Abril Montmartre fica ainda mais bonito. E porquê? Porque de todos os bairros parisienses, Montmartre apresenta a maior concentração de cerejeiras da capital.

Da rue de l’Abreuvoir à Place Dalida, passando pelo Museu Montmartre, vai encontrar cerejeiras em flor na maioria dos pontos mais emblemáticos desta zona da cidade.

Mas tiver pouco tempo para explorar o bairro de Montmartre, então aconselho ir direto ao famoso carrossel localizado aos pés do Sacré Cœur. Aqui vai poder admirar a catedral branca emoldurada por flores de cerejeira.

Morada: Place Saint-Pierre, perto do Carrousel de Saint – Piérre, 75018 Paris

3. Torre Eiffel – Champs de Mars

É aqui que encontramos as primeiras cerejeiras em flor, por vezes logo no início de Março.

É o local perfeito para um piquenique e atividades em família, com excelentes parques infantis e de grande relvado onde as crianças podem correr livremente.

As árvores mais bonitas são geralmente as do lado direito de quem olha para a Torre Eiffel, perto da Fontaine des Bois.

Deste lado do parque são vários os locais de onde conseguimos fotografar a Torre Eiffel emoldurada por flores de cerejeira.

Torre Eiffel na primavera enquadrada por flores de cerejeira durante Sakura em Paris.

Não se esqueça de explorar também os caminhos laterais, sobretudo do lado esquerdo do Champs de Mars (ao olhar para a Torre Eiffel).

Morada: Champ de Mars, 2 Allée Adrienne Lecouvreur, 75007 Paris

4. Parque Clichy-Batignolles – Martin Luther King

Este parque relativamente recente, localizado no bairro Batignolles de Paris, foi inaugurado em 2007.

Abrange uma área de mais de 10 hectares e é conhecido pelo seu design moderno, abordagem sustentável e por ser especialmente bem adaptado a famílias.

O parque foi concebido como um ecossistema ecológico e sustentável, com recolha e reutilização da água da chuva para a rega das inúmeras espécies plantas e árvores e dispõe de uma série de fontes de energia renováveis, incluindo turbinas eólicas e painéis solares.

Também oferece muitas instalações recreativas, incluindo campo de basquete, parque de skate e área de jogos infantis. É sem dúvida um local de encontro ideal para famílias.

Outra originalidade é a surpreendente variedade de plantas especialmente escolhidas para evoluírem ao longo das estações.  

Na Primavera o parque veste-se de um rosa impressionante resultado da grande densidade de cerejeiras em flor.

Morada: 147 Rue Cardinet, 75017 Paris

5. Museu Petit Palais e jardins adjacentes

Assim que chegar ao Petit Palais, desde o início de Março, vai ser recebido por cerejeiras em flor.

Varias são as espécies de cerejeira que aqui podemos encontrar, distribuídas por varias zonas dos jardins que rodeiam o Petit Palais, passando pela entrada do museu, marcada por uma cerejeira de flores rosa.

Mas o verdadeiro espetáculo vai descobrir já no interior do museu, mais propriamente no jardim central, rodeado por uma arquitetura clássica e imerso num silêncio e uma paz surpreendentes.

É o local perfeito para passar a tarde com um bom livro ou simplesmente passear com os miúdos. Ou quem sabe almoçar ou simplesmente beber um chá na cafeteria “Le Jardin du Petit Palais” https://www.petitpalais.paris.fr/pr%C3%A9parer-sa-visite/caf%C3%A9-restaurant

Não tenha pressa e desfrute desta calma paradisíaca no coração da agitação de Paris.

O acesso ao museu é gratuito.

Morada: Avenida Winston Churchill, 75008 Paris

6. Jardim Albert – Kahn

O Museu e Jardins Albert-Kahn são um complexo cultural localizado em Boulogne-Billancourt, nos arredores próximos de Paris.

Devem o seu nome a Albert Kahn, um rico banqueiro e filantropo francês que encomendou a criação do jardim no início do século XX.

Uma das características mais marcantes do Museu Albert-Kahn é sem duvida o jardim japonês, um dos maiores da Europa, idealmente localizado no centro da cidade.

O jardim apresenta uma casa de chá tradicional japonesa, um lago cheio de peixes koi e uma alargada variedade de plantas e árvores nativas do Japão que ganham vida quando a primavera chega.

O museu apresenta exposições sobre a história da fotografia e outros artefatos culturais de todo o mundo e é muito adaptado a crianças. Claro que recomendamos uma visita.

Site: https://albert-kahn.hauts-de-seine.fr/

Morada: 10-14 rue du Port , 92100, Boulogne-Billancourt

7. Parque Georges Brassens

Localizado no 15º arrondissement de Paris, longe das principais rotas turísticas, este parque urbano é um oásis de calma e lazer para as famílias parisienses.

O parque é conhecido pela sua vinha muito pitoresca, pelas suas colmeias e pelo seu antigo campanário que relembra a sua antiga vida como mercado de cavalos. Mas também pela diversidade de atividades oferecidas às crianças.

Se visitar o Parque Georges Brassens durante um fim de semana, não perca o mercado de livros de ocasião. Este mercado é um paraíso para os amantes de literatura, oferecendo uma grande variedade de livros antigos ​​em diferentes idiomas e de diversas origens.

Em Março, o parque ganha vida e apresenta-se como um sitio perfeito para um passeio entre cerejeiras em flor.

Morada: 2 Place Jacques Marette, 75015 Paris

Desde o início de abril

1. Jardim Nelson Mandela – Igreja Saint-Eustache

O Jardim Nelson Mandela, adjacente à Igreja Saint-Eustache, é uma adição relativamente recente aos espaços públicos de Paris.

Localizado no 1º arrondissement, faz parte dos esforços de renovação e modernização do bairro Les Halles, conhecido pelos seus mercados históricos e, mais recentemente, pelo seu moderno complexo comercial, o Forum des Halles.

O Jardim Nelson Mandela foi concebido para proporcionar um espaço verde e aberto propicio à descontração e convívio, com excelentes áreas de recreação para crianças, relvado para piqueniques e vários percursos para passear entre arvores e flores.

Perto da igreja de Saint-Eustache, vai encontrar uma zona especialmente bonita, ladeada por cerejeiras. Daqui a vista sobre a igreja parece mesmo uma pintura.

Morada: Todos. Jules Supervielle, 75001 Paris

2. Notre-Dame de Paris – Praça Jean XXIII

A Praça Jean XXIII é um jardim público encantador localizado atrás da Catedral de Notre-Dame, no 4º arrondissement de Paris, na Île de la Cité.

Nomeada em homenagem ao Papa João XXIII, a praça oferece um espaço verde tranquilo no meio do bairro histórico que rodeia Notre-Dame.

Na zona lateral, ao longo do Sena, existia uma grande zona de areia, ideal para crianças pequenas brincarem à vontade. Toda esta zona do jardim está coberta por esplêndidas cerejeiras que filtram a luz do sol em tons de rosa.

É impossível saber se esta zona será mantida no fim da renovação da Catedral. Sabemos no entanto que as cerejeiras sobreviveram ao incendio e continuam a florescer todas as primaveras.

A praça ainda está fechada ao público devido ao incêndio de 2019 que destruiu Notre-Dame. Mas assim que reabrir, não deixe de visitar este lugar. É mesmo bonito.

Morada: Praça Jean XXIII, 75004 Paris

3. Jardins do Trocadéro

Localizados em frente ao Sena e à Torre Eiffel, os jardins do Trocadéro oferecem uma das melhores vistas da icónica torre e são um local popular entre turistas e habitantes locais.

Um dos pontos fortes dos jardins do Trocadéro é a Primavera com a floração das cerejeiras. As cerejeiras em flor, ou sakura, oferecem um espetáculo de tirar o fôlego quando estão em plena floração, geralmente no início de abril.

As flores rosa e brancas, tão delicadas, contrastam com o verde dos jardins e o ambiente urbano de Paris. Alem de que estes jardins são o sitio perfeito para fotografar cerejeiras em flor com a Torre Eiffel em imagem de fundo.

À sua direita, olhando para a Torre Eiffel, vai encontrar um parque infantil onde as crianças podem brincar enquanto os pais apreciam uma bela vista.

Morada: Avenida das Nações Unidas, 75116 Paris

4. Jardim de plantas

O Jardin des Plantes é o principal jardim botânico de França e sem duvida um dos locais favoritos dos parisienses para observar as flores de cerejeira na primavera.

Situado no 5º arrondissement, este vasto jardim serve não só como centro de investigação científica, mas também como um magnífico parque público, para lazer e educação sobre plantas e biodiversidade.

Embora o Jardin des Plantes seja conhecido pela sua grande variedade de espécies de plantas, as flores de cerejeira estão entre as mais esperadas e apreciadas pelos visitantes a cada primavera.

E entre as cerejeiras do jardim, vai encontrar uma das “Árvores Notáveis ​​de França”. Uma árvore impressionante que não o vai deixar indiferente.

Além das cerejeiras em flor, o Jardin des Plantes oferece muitas outras atrações, como jardins temáticos, estufas de plantas exóticas e o Museu de História Natural.

Venha com tempo para aproveitar plenamente tudo o que o Jardin des Plantes tem para oferecer.

Morada: 57 Rue Cuvier, 75005 Paris

5. Praça Camille Claudel – Metrô Falguière

A Place Camille Claudel é uma praça pública pequenina localizada no 15º arrondissement, não muito longe de Montparnasse.

O seu nome é uma homenagem à famosa escultora francesa Camille Claudel, conhecida pelas suas peças em bronze e mármore, mas também pela sua relação tumultuosa com o seu mentor e amante, Auguste Rodin.

É uma praça urbana muito simples, mas as cerejeiras, situadas no centro e cujas copas cobrem quase toda a área, dão-lhe um toque de beleza natural e serenidade. É, inesperadamente, um sítio privilegiado de calma e contemplação, especialmente na primavera.

Embora a praça seja bastante pequena, aqui encontramos alguns bancos onde os visitantes podem descansar, relaxar e apreciar as flores na época de floração, num ato simples de Hanami

Morada: Place Camille Claudel (metrô Falguière), 75015, Paris

6. Parque Bagatelle

O Parc de Bagatelle, localizado no Bois de Boulogne, a oeste de Paris, é um dos quatro jardins botânicos da cidade.

Conhecido pela sua beleza e tranquilidade, arquitectura classica e arranjos florais requintados, é um paraíso para os amantes da natureza e um local famoso para os entusiastas da botânica.

Sabia que o parque foi criado em 1775 após uma aposta entre Maria Antonieta e o Conde de Artois, que mais tarde se tornou o Rei Carlos X? O desafio passava por construir um parque e um castelo em sessenta e quatro dias. É uma loucura, certo?

Quando as cerejeiras florescem, geralmente por volta de meio de abril, o parque transforma-se e oferece imagens deslumbrantes de rosa e branco e atrai visitantes do mundo inteiro.

Pode passear sob as cerejeiras em flor, fazer um piquenique e admirar a beleza e serena tendo como pano de fundo as paisagens clássicas e a arquitetura características do parque.

Morada: 42 Rte de Sèvres In Neuilly, 75016 Paris

7. Avenida Garibaldi

No cruzamento do Boulevard Garibaldi com a Rue Carrier Belleuse vai encontrar uma pequena praça sem nome.

Embora durante o ano possa não parecer nada de especial, em Abril percebemos bem o que esta praça tem de especial.

As cerejeiras em flor cobrem a totalidade da praça, com uma densidade impressionante de flores cor-de-rosa.

Localizada em frente à estação de metro Cambronne, esta praça é facilmente acessível. Uma bela etapa no caminho entre dois pontos muito famosos: a Torre Montparnasse e a ponte Bir-Hakem.

Morada: Rue Carrier Belleuse, 75015 Paris

8. Parque de Sceaux

Com nada mais nada menos do que 180 hectares, este parque circunda o Château de Sceaux e foi projetado no estilo clássico do jardim à francesa por André Le Nôtre, o famoso arquiteto paisagista que criou também os jardins de Versalhes.

Um dos elementos mais deslumbrantes do Parc de Sceaux são as suas cerejeiras em flor. O parque é famoso pelas suas duas grandes zonas de cerejeiras: o Bosquet Nord e o Bosquet Sud.

Enquanto que o Bosquet Sud é composto em grande parte por uma variedade de cerejeiras com grandes flores brancas, o Bosquet Nord reúne 160 cerejeiras japonesas quase centenárias que florescem em flores rosa que se desenvolvem majestosamente.

Morada: Domínio departamental de Sceaux, 8 Avenue Claude Perrault, 92330 Sceaux

Dicas para as melhores fotos de cerejeiras em flor

Qual é a melhor altura para fotografar?

De manhã. Primeiro porque é sem dúvida a altura do dia com menos gente. Mas também porque a luz da manhã vai realçar a cor das flores.

Comece pelos locais mais turísticos e de fácil acesso para evitar multidões.

Se chegar à tarde, opte por ângulos diferentes. Na verdade não é preciso tirar exatamente a mesma foto que viu no Instagram para obter um resultado impressionante.

90% das pessoas ficarão nos locais mais turísticos. Seja original e vai ver que tudo é possível.

Fotografar crianças e fazer fotografias de família

Se vier com crianças, vai com certeza reparar que de manhã, logo depois do pequeno almoço, também é mais uma vez a melhor altura para tirar fotografias.

Vai ter muito mais espaço e liberdade para trabalhar com tripé e os miúdos vão estar mais descansados e com vontade de colaborar.

Fale-lhes sobre as flores e peça-lhes que mostrem as suas preferidas, ou as mais cor-de-rosa. As crianças são curiosas, gostam de descobrir tudo e vão de certeza apontar para as flores ou mesmo tentar lhes chegar. Tudo oportunidades para fotografias bonitas e originais.

Deixe-os explorar ou brinque com eles. Fotos espontâneas são sempre as melhores.

O que vestir?

Em primeiro lugar, embora as cerejeiras em flor cheguem no início da primavera, as temperaturas em Paris podem ser bastante baixas nesta época do ano. Para ter uma ideia, em alguns anos a última neve sobrepõe-se às primeiras flores de cerejeira. É, portanto, importante se preparar para possíveis dias frios.

Eu sei que provavelmente já viu imagens lindas nas redes sociais, com vestidos leves que flutuam entre as flores de cerejeira. Infelizmente, isso não significa que em Paris a temperatura seja agradável no início da primavera.

Dito isso, na hora de escolher o que por na mala, pense nas cores.

Ao fotografar flores de cerejeira, vai ter ao seu redor muitas flores rosa e algumas flores brancas.

Dê preferência a tons de azul ou verde para se destacar e trabalhar com o contraste de cores.

Escolha branco e diferentes tons de rosa para um look mais suave.

Que equipamento usar?

Dê prioridade à câmara fotográfica em vez do smartphone.

Apesar de fotografarmos muito com os nossos smartphones, neste contexto específico obtivemos os melhores resultados a com a nossa câmera.

Mas aconselho sempre a experimentar os dois equipamentos se tiver oportunidade. As melhores fotografias são as que eternizam memorias, independentemente de tudo o resto.

Aspectos tecnicos

Mantenha o ISO o mais baixo possível para fotos mais detalhadas.

Nesta época em Paris, há sempre um bocadinho de vento. Os ramos vão estar em movimento a maior parte do tempo. Portanto, mantenha a velocidade do obturador o mais alta possível.

Para um resultado com fundo “desfocado”, use o número de abertura mais baixo possível.

Como visitar as cerejeiras em flor de forma sustentavel?

Não colha flores!

Respeite este magnífico espetáculo da natureza e permita que outros aproveitem ao máximo também e que tenham uma experiência semelhante à sua.

Colher flores não diminui só a qualidade da experiência de outros visitantes. Também pode ferir a árvore, o que terá repercussões na próxima época de floração.

Além disso, há sempre muitas flores no chão, uma vez que são muito frágeis. É possível usarmos só as flores que já caíram e obter uma foto muito bonita.

Não abane os ramos!

Eu percebo! É super poético ver pétalas a cair à nossa volta.

Mas abanar as árvores vai encurtar substancialmente o tempo de floração.

As pétalas vão cair na altura certa, no respeito do ciclo natural. Se quiser mesmo ter a experiência desta fase de floração, volte alguns dias ou uma semana mais tarde.

Respeite o curso natural e deixe que outros aproveitem e tenham a mesma experiência.

Respeite os outros!

Em alguns sítios vai estar rodeado de pessoas. Casais, famílias, turistas. Todos a tentar aproveitar e apreciar este evento natural efémero.

A consideração e tolerância são importantes para que todos possam tirar fotografias, passear e se divertir.

Se quiser fazer uma sessão fotográfica, considere chegar de manhã cedo, antes do horário habitual de visita. Ou escolha simplesmente um recanto tranquilo, longe dos principais pontos de vista.

Não deixe rastros!

Este evento natural é o momento ideal para fazer um piquenique sob as cerejeiras.

Certifique-se de deixar o sítio onde esteve pelo menos como o encontrou. Se o puder deixar ainda melhor, o meio ambiente agradece.

Recolha o lixo e não deixe restos de alimentos no chão.

Experiências imperdíveis relacionadas a Sakura em Paris.

Provar um Mochi Gelado de Flor de Cerejeira no Neko Ramen

Para uma experiência japonesa completa, recomendamos o Restaurante Neko Ramen. No menu vai encontrar um Mochi Gelado de Flor de Cerejeira delicioso que vai levar a sua experiência de Sakura a outro nivel.

Mergulhe na cultura japonesa com o festival “Hanami au Domaine Départemental de Sceaux”

Todos os anos, o Parc de Sceaux organiza um festival em torno do Sakura.

De 30 de março a 28 de abril é possível viver o Hanami no Parque de forma imersiva.

E durante as duas semanas de férias escolares, é possivel experimentar diversas atividades com a cultura japonesa e a Sakura como tema principal.

Exposições de arte e fotografia, introdução à gravura japonesa ou confecção de bonecos japonesas de madeira chamadas kokeshi são algumas das atividades propostas durante o festival.

Pode reservar aqui.

Delicie-se com um delicado Macaron de Flor de Cerejeira

Em Abril, durante a Sakura em Paris, a famosa marca de macarons Ladurée propõe uma edição especial: os macarons de Flor de Cerejeira.

Por vezes, esta edição especial é exclusiva da loja online. Recomendamos que saboreie estes macarons sob as flores de cerejeira!

Mas também pode tentar fazer Maracons Sakura em casa!

Mapa gratuito com os melhores locais com cerejeiras em Flor em Paris

Deixo aqui o nosso mapa com todas as localizações anteriores dos melhores pontos de Paris com cerejeiras em flor.

E aqui pode aceder ao nosso mapa gratuito Google Maps.

Lembre-se de que a época exata de floração varia a cada ano. Portanto, a nossa distribuição dos locais por mês de floração é apenas uma indicação.

Outros sítios com cerejeiras em flor em Paris

2eme Arrondissement

  • Rue Montmartre
  • Jardin des Tuileries
  • Rue du Louvre (à l’intersection de la rue d’Argout)

3eme Arrondissement

  • Jardin Anne Frank

4eme Arrondissement

  • Métro Saint Paul
  • Square Marie Trintignant
  • Hôtel de Ville
  • Place Louis Aragon

5eme Arrondissement

  • Jardin Tino-Rossi (Musée de la Sculpture en plein air)
  • Square Gabriel Pierné
  • Square Paul-Langevin

6eme Arrondissement

  • Autour de l’église Saint-Germain-des-Prés
  • Jardin du Luxembourg
  • Champion Square Honoré

7eme Arrondissement

  • Jardins du Musée du Quai Branly (entrée gratuite)
  • Passerelle Debilly

8eme Arrondissement

  • Jardins des Champs Elysées (La Fontaine des Ambassadeurs)
  • Parc Monceau
  • Square Marcel Pagnol

9eme Arrondissement

  • Metro Station St. Georges

10eme Arrondissement

  • Square Aristide Cavaillé Coll / Église Saint-Vincent-de-Paul

11eme Arrondissement

  • Parc Floral de Paris (entrée payante)
  • Allée Vivaldi
  • Coulée verte René Dumont
  • Jardin du Port de l’Arsenal

13eme Arrondissement

  • Mail de Bièvre

14eme Arrondissement

  • Parc Montsouris

15eme Arrondissement

  • Rue Cépré

17eme Arrondissement

  • Jardin des Serres d’Auteuil
  • Jardin du Ranelagh (Musée Marmottan Monet)

18eme Arrondissement

  • Cimetière de Montmartre

19eme Arrondissement

  • Parc Buttes-Chaumont

20eme Arrondissement

  • Jardin Saint-Simonien
  • Cimetière du Père Lachaise
  • Ménilmontant

Perto de Paris

  • Place de L’Iris, La Défense, Hauts-de-Seine
  • Place de la laïcité à Romainville
  • Jardin du Levant – Fontenay Sous-Bois
  • Coulée Verte – Proche Parc de Sceaux
  • Rue Villebois Mareuil – Vincennes

Paris é uma cidade linda conhecida pela sua arquitetura deslumbrante, a atmosfera romântica e uma enorme variedade de atrações culturais.

No entanto, na primavera, a cidade transforma-se num país das maravilhas repleta de flores rosa e brancas, à medida que milhares de cerejeiras florescem.

Do Parc de Sceaux ao Jardin des Plantes, muito são os locais com cerejeiras em flor em Paris que valem a pena visitar.

Quer more em Paris ou venha visitar a cidade no tempo de um fim de semana ou uma semana, visitar estes pontos durante a época das cerejeiras em flor é uma experiência imperdível.

Uma oportunidade imperdível de viver o Hanami em pleno centro da Europa, relembrar a amizade duradoura entre Japão e França e comemorar a beleza que pode ser encontrada quando as culturas se encontram.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close
Ultimo Artigo
Close

THE WANDERERS TRIBE

por Le Voyage de Zoé. Uma familia de 5 a explorar o mundo !

Le Voyage de Zoe
© Copyright 2024. All rights reserved.
Close